Buscas aéreas por desaparecidos em acidente da FAB são retomadas na manhã deste sábado


31/10/2009 – 10h46
Colaboração para a Folha Online

As buscas aéreas pelos dois desaparecidos do acidente com a aeronave da FAB foram retomadas na manhã deste sábado. De acordo com o Centro de Comunicação Social da Aeronáutica, além de um helicóptero HM-3 Cougar do Exército Brasileiro, equipes terrestres também participam da operação de resgate.

O avião modelo C-98 com 11 pessoas a bordo desapareceu na manhã da quinta-feira enquanto realizava um voo entre as cidades de Cruzeiro do Sul (AC) e Tabatinga (AM).

Nove tripulantes já foram resgatados e, segundo a Aeronáutica, todos passam bem. Ainda segundo o Centro de Comunicação Social, neste sábado, a Aeronáutica realizará uma entrevista coletiva, fornecendo maiores detalhes sobre as operações de buscas. Os dois desaparecidos são o suboficial Marcelo dos Santos Dias e o funcionário da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), João de Abreu Filho.

O órgão da Aeronáutica que coordena operações de busca e resgate no país (Salvaero) recebeu um sinal de emergência 58 minutos depois da decolagem, informou a FAB em nota.

A aeronave foi encontrada nesta sexta-feira por índios da tribo matis, que notificaram à Fundação Nacional do Índio (Funai). Segundo a Aeronáutica, o avião fez um pouso forçado no Igarapé Jacurapá, na margem direita do rio Ituí, afluente do rio Javari, entre duas aldeias indígenas.

O avião levava quatro tripulantes e sete passageiros, alguns deles colaboradores da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) designados para uma missão de vacinação do Ministério da Saúde em cerca de 3,7 mil indígenas de aldeias no Vale do Javari, no Amazonas.

Satisfação e alívio

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, expressou nesta sexta-feira (30) “satisfação e alívio” pelo resgate de nove sobreviventes do acidente com o avião da Força Aérea Brasileira.

“Esses brasileiros reforçam em nós o sentimento de gratidão aos milhares de irmãos –civis e militares– que dedicam suas vidas ao apoio das populações carentes nas mais remotas regiões do Brasil”, disse Jobim em nota.

O ministro destacou que “é esse exemplo de desprendimento e doação que devemos guardar como lembrança desse episódio.”

Extraído de: http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u646016.shtml

Publicado em 31 de outubro de 2009, em Notícias e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: